três poemas

estratégias

há que se pensar em estratégias
para atravessar esses dias frios
andar sempre com as mãos dentro
dos bolsos, proteger os ouvidos com
alguma voz doce, observar a neblina
mudando de lugar, carregar poemas
de Portugal na cabeça, esperar que
você passe por esse caminho, que
me pergunte quem é Manuel António Pina? tremer
o coração na mão, deixar que certas
palavras escorreguem pela boca
espanto, batimento, língua, permanência

o que fica

meus olhos não conseguem acompanhar
seus pés no meio dessa multidão, mas sei que hoje
seu corpo ocuparia todo o espaço da minha boca
como um bocejo a caminho da cama ou
como saliva lubrificando palavras caladas

gana

sinto uma fome enorme
sou capaz de comer tudo
do teto ao chão
na escada, em cima da máquina de lavar,
na pia da cozinha, na cama
como você
de ladinho numa manhã
que se esquenta de laranja
bem aos poucos

Ana Luiza Gonçalves (1986, Belo Horizonte) é poeta.